PROJETO CIDADES MAIS SEGURAS!

Termo de Referência
Plataforma CliqueCam de armazenamento e tratamento de imagens.

Plataforma CliqueCam

OBJETO

O projeto visa o aumento da segurança e controle para a população por intermédio da Vigilância Colaborativa, oferecendo maiores recursos para o trabalho de investigação e repressão da criminalidade, através da utilização de um moderno sistema de Vídeomonitoramento e Automonitoramento, garantindo continuidade dos serviços, tudo operando em nuvem – Cloud, aumentando a disponibilidade do Vídeomonitoramento, Automonitoramento, e os serviços da própria base de monitorada Centro de Comando Operacional.

O projeto contempla a utilização de solução de transmissão de dados via rede IP com plataformas 100% em nuvem, também permite os acessos via WEB, permitindo o uso de aplicativos para Sistemas IOS e ANDROID, locação de câmeras IP´s, supervisão dos Links com a Internet, serviços de instalação, configuração e manutenção de todo o sistema.

OBJETIVO GERAL

Instalar um moderno Sistema de Vídeomonitoramento, 100% em nuvem. Usando câmeras IP´s em áreas com grandes registros de crimes, inclusive possibilitando adicionar recursos de análise de vídeos como leitura automática de placas de veículos, que passam nas entradas e saídas do município, reconhecimento facial, detecção de movimentos, cerva virtual, entre outros.

DIAGNÓSTICO

III Fórum Brasileiro dos Gabinetes de Gestão Integrada definiu “Vídeomonitoramento” como sendo:

“Um conjunto de recursos tecnológicos, capaz de monitorar ambientes públicos, localizar e / ou identificar pessoas, veículos e objetos, cuja vocação principal e a prevenção à violência, combate à criminalidade, que permita, ainda, a integração e a ação conjunta de órgãos de segurança e entes associados.”

Os sistemas de Vídeomonitoramento têm sido uma importante ferramenta no controle da violência nos centros urbanos, auxiliando as forças de segurança publica, sendo que nos dias atuais já é considerada uma ferramenta indispensável para a manutenção da sensação de segurança da população, possibilitando a identificação de pessoas infratoras, otimizando a pronta atuação das forças policiais no combate à criminalidade.

Na ótica da intensificação e melhoria das ações policiais preventivas e repressivas, o monitoramento de vias e espaços públicos amplia e qualifica a vigilância, sendo empregado como relevante apoio no patrulhamento dessas áreas, na identificação de infratores, na realização de prisões e no monitoramento de pessoas e da atividade policial.

JUSTIFICATIVA

A ação na prevenção e combate aos crimes e infrações penais requer cooperação e interação entre os diversos órgãos, instituições e comunidades. A Estratégia articula políticas de segurança com ações sociais; prioriza a prevenção e busca atingir as causas que levam à violência, sem abrir mão das estratégias de ordenamento social e segurança pública, lembrando que estados, municípios e a própria comunidade, as quais formam a base aplicativa operacional, podem garantir a realização destas ações firmando convênios, contratos, acordos e consórcios com municípios, organizações não governamentais e organismos internacionais.

Com este projeto, os órgãos de Segurança Pública poderão contar com sistemas de Videomonitoramento que possibilitam o monitoramento e vigilância das áreas com maior incidência de crimes tais como tráfico, roubo a pessoas, veículos e estabelecimentos públicos ou privados, contrabando e outros, auxiliando de forma relevante no controle e redução da criminalidade, bem como no aumento da sensação de segurança na população residente na região.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Possibilitar o uso de espaços públicos pelo cidadão com maior segurança;
  • Aperfeiçoar as ações de dissuasão, prevenção e investigação desenvolvida pelos órgãos de segurança pública;
  • Permitir a análise das dinâmicas de eventos, de pessoas e objetos;
  • Apoiar o planejamento e execução de ações operacionais;
  • Aumentar a sensação de segurança e qualidade de vida da população do município;
  • Manter Vacinas com características apropriadas para uso e eficácia;
  • Possibilitar o planejamento de expansão do sistema;
  • Disponibilizar equipamentos de alta tecnologia na região;
  • Permitir integração da atuação do poder público com a iniciativa privada (comunidade);
  • Redução de custos usando a internet existente dos pontos a serem monitorados, não necessitando de construção de redes próprias para envio das imagens;

Resumos

Descritivo

  • Disponibilidade: acessível a qualquer hora e lugar do mundo, desde que usuário tenha permissão e esteja cadastrado e conectado à rede de internet;
  • Fácil expansibilidade: permite inserção de novas câmeras IP’s, DVR´s ou NVR´s (desde que o aparelho permita a conecção dom a internet) possibilitando expansão ilimitada de novos pontos no sistema em nuvem;
  • Segurança: redundância de gravação de Imagens em pelo menos 3 localidades com endereços físicos distintos, dando a garantia para que não haja perda de gravações;
  • Confiabilidade: não necessita de servidores ou gravadores de vídeo dentro da estrutura do órgão público;
  • Detecção automática de falhas: a solução ao detectar problemas, emitirá alertas quando uma câmera parar de gravar por qualquer motivo;
  • Local de instalação: fácil visualização, pois permite marcar localização geográfica dos pontos e integração da coordenada integradas no mapa do Google para visualização em mapa on line.
  • Visualização das imagens: possui mosaico automatizado de modo que o sistema ajustará o formato da visualização da tela automaticamente, de acordo com formatos predeterminados. Possibilita a criação de diversos mosaicos de monitoramento e ronda virtual, cada qual com configuração independente de posicionamento de câmeras.
  • Acesso as imagens: a linha do tempo está disponível de forma fácil e acessível ao operador, podendo voltar ou avançar conforme a necessidade, fazer download ou compartilhar.
  • Suporta velocidade de gravação: a visualização ao vivo de 60 FPS ou mais por câmera dependendo exclusivamente do hardware da câmera. O monitoramento ao vivo é ilimitado, podendo monitorar câmeras em um ou mais monitores e com diversos estilos de tela.
  • Resoluções das imagens: desde QCIF até Megapixel, porém a câmera será configurada a partir da taxa de upload da rede, que deve ter no minimo 1 mega de upload destinado para cada câmera. Quanto melhor a qualidade de conexão melhor pode ser a qualidade da imagem configurada na câmera. A velocidade de upload vai definir também quantas câmeras poderá subir na mesma rede.
  • Permite operações simultâneas como gravação, reprodução de vídeo, configuração do sistema, monitoramento ao vivo, pesquisa de imagens e diversas outras tarefas, sendo que, a execução de uma tarefa não afetará na execução da outra.
  • Software de monitoramento e gravação: em nuvem baseado em cloud Computing com capacidade de controlar e visualizar imagens de câmeras IP conectadas a internet ou, câmeras analógicas se conectadas a equipamentos IP e estes a internet.
  • Capacidade de Suporta: dois ou mais monitores de vídeo selecionáveis por estação cliente para o monitoramento ao vivo, permitindo monitores touchscreen. Imagens ao vivo e gravadas podem ser disponibilizadas simultaneamente para vários usuários em monitores diversos e independentes.
  • O sistema de reprodução de imagens é baseado por recuperação utilizando uma faixa de data e hora (calendário), especificados pelo usuário. Possui linha de tempo das imagens gravadas que deve mostrar os pontos onde existem gravação, bem como permite a seleção do horário corrente através da linha.
  • Possui controle para câmeras PTZ específicas, de acordo com lista de modelos suportados pela plataforma que pode ser encontrada na plataforma no campo de configurações das câmeras. Permite zoom digital e PTZ virtual sobre as imagens capturadas ao vivo.
  • Arquivamento de imagens: o sistema permite a reprodução de vídeo arquivado através do player de vídeo, os vídeos arquivados são considerados “armazenamento frio” e fazem parte do sistema de arquivamento.
  • Possui módulo de controle: usuário e senha com direitos diferenciados para cada usuário ou grupo de usuário para acesso às facilidades do sistema e câmeras. Um usuário poderá fazer parte de um ou mais grupos, recebendo as permissões referentes a todos os grupos a que pertencer.
  • Uma vez logado: o usuário terá acesso em qualquer local do mundo, desde que não existir bloqueio de redes, sem necessidade de novo login ou mudança de endereçamento.
  • O log de eventos: registra todas as atividades dos usuários bem como as atividades do próprio sistema. O sistema permite que o acesso aos logs de eventos seja feito somente pelo administrador do sistema ou por quem o administrador liberar.
  • Possui limite de acesso: simultâneos de um mesmo usuário. Este recurso existe para limitar a quantidade de logins simultâneos, automáticos ou não, que um determinado usuário ou grupo de usuário pode realizar no sistema.
  • Envio de notificações e alerta de eventos para software de terceiros específicos e autorizados;
  • Bloqueio de contas: de usuários do sistema; Zoom in/out através da roda do mouse; Reprodução, acelerar o vídeo em: 2x, 4x, 8x; Trabalho com fuso horário;
  • API´s: de integração para dados e informações das câmeras;
  • Exportação: para meio removível de vídeos salvos manualmente nos formatos MP4.
  • Fomenta a Vigilância Colaborativa: por intermédia da interligação das câmeras dos munícipes junto a plataforma e de forma totalmente escalonável é possível a integração das câmeras com armazenamento contratado pelo munícipe.
  • Chat: o sistema possui libera um veículo de comunicação entre os participantes do grupo de câmeras, facilitando a comunicação e fomentando a vigilância colaborativa.
  • Botão de pânico: permite a notificação de uma ocorrência ou pânico o qual será encaminhado aos membros do grupo ou centro de comando e controle em forma alerta por imagem e ainda sonora.
  • Investigative: por intermédio do google maps e stret vew a plataforma libera a possibilidade de navegar pelo mapa e percorrer as imagens das câmeras por onde passaram os meliantes de um caso, facilitando assim a investigação.
  • Resumo diário: reduz o tempo de visualização de uma determinada imagem de 24hs em 1,74ss possibilitando assistir o acontecimento de forma rápida e ágil.

Descritivo

da plataforma cliquecam

 
Plataforma de monitoramento deve permitir gravação em nuvem baseado em cloud Computing e ter capacidade de controlar e visualizar imagens de câmeras IP ou analógicas conectadas a internet através de DVR´s que possuam entrada de rede e protocolo RTSP e P2P (Peer to Peer), bem como gravar as imagens para posterior pesquisa e recuperação seletiva; possuir interface amigável baseada em HTML5; permitir operações com câmeras IP´s nativas e câmeras analógicas simultaneamente que estejam conectadas à rede TCP/IP diretamente ou através de DVR; ser compatível com qualquer equipamento que possua protocolo RTSP, P2P e Codec H.264 e suporte a protocolos IPv4 e IPv6; permitir operações simultâneas como gravação, reprodução de vídeo, configuração do sistema, monitoramento ao vivo, consulta de eventos, pesquisa de imagens, de forma que a execução de uma operação não afete na execução da outra; suportar gravação e monitoramento de imagens em H.264 e em qualquer resolução, desde QCIF até 2 Megapixel com ajuste da banda a partir de 160Kbps até acima de 10 Mbps; permitir um gerenciamento eficiente da largura de banda utilizada sem  comprometimento com a sobrecarga do sistema e sem interferência dos operadores. permitir visualizar câmeras analógicas de DVR´s integrados ao sistema e câmeras IP´s em conjunto ou separadas nos mesmos mosaicos; permitir envio de notificações, eventos para software de terceiros com API; suportar RTSP e P2P para transmissão de vídeo ao vivo e gravado em qualquer formato; possuir matriz que permita criar e salvar diferentes mosaicos personalizados dentro de desktops virtuais endereçáveis e ou automáticos para visualização no cliente de monitoramento, com diversos layouts de câmeras e mapas, permitindo arrastar e soltar câmeras dentro dos mosaicos; permitir bloqueio e a expiração de contas de usuários do sistema; permitir a criação automática de bookmark quando houver uma detecção de movimento ou eventos de I/Os e de analíticos; ter suporte a fuso horário; suportar velocidade de gravação e visualização ao vivo de 30 FPS ou mais por câmera dependente única e exclusivamente do hardware da câmera; não possuir limite de câmeras instaladas; suportar gravação por detecção de movimento; o detector de movimento para gravação deve permitir que sejam selecionadas 2 áreas sensíveis ou não, ao movimento por câmera conectada; deve permitir a visualização simultânea das gravações de mais de uma câmera, através de mosaicos, permitindo assim a reprodução de várias câmeras ao mesmo tempo, durante um mesmo período de tempo, facilitando a consulta e análise das imagens gravadas; deve permitir zoom digital e PTZ virtual sobre as imagens capturadas ao vivo e gravadas; suportar monitoramento ao vivo de ilimitadas câmeras de monitoramento em um ou mais monitores e com diversos estilos de tela; deve possuir mosaico automatizado de modo que o sistema ajustará o formato de visualização da tela automaticamente; permitir que os usuários criem mosaicos públicos que poderão ser compartilhados com todos os usuários do sistema; permitir no monitoramento ao vivo que seja feito zoom (Digital) de diferentes partes da tela, abrindo assim uma tela para cada zoom digital realizado, alterando a qualidade da imagem de acordo com a capacidade do zoom; possuir sistema de zoom com tratamento bi linear para evitar que a imagem fique quadriculada; possibilitar a criação de diversos mosaicos de monitoramento cada qual com configuração independente de posicionamento de câmeras; suportar dois ou mais monitores de vídeo selecionáveis por estação cliente para o monitoramento ao vivo; permitir uso em monitores touchscreen; possibilitar selecionar e maximizar uma câmera com apenas um duplo clique sobre a imagem da câmera; permitir a disponibilização das imagens ao vivo e gravadas  simultaneamente para vários usuários em monitores diversos e independentes; permitir abertura das câmeras clicando diretamente no seu ícone do mapa ou passando o mouse diretamente na imagem da câmera com todas as funções das câmeras como PTZ, zoom digital, presets, recuperar vídeo, alarme, indicando todos os dispositivos existentes e permitindo o zoom in e out no mapa; possuir controle para câmeras PTZ; permitir zoom in/out através da roda do mouse com controle de velocidade; permitir que a vigilância PTZ possa ser configurada para executar automaticamente; sistema de reprodução de imagens deve ser baseado por recuperação através de uma faixa de data e hora (calendário),  especificados pelo usuário; permitir exportação de vídeo sincronizada das câmeras; possuir linha de tempo das imagens gravadas que deve mostrar os pontos onde existem gravação e/ou movimento, bem como permite a seleção do horário corrente através da linha de tempo; possibilitar exportar para meio removível o vídeo e fotos gravadas nos formatos MP4 e JPEG; permitir que na pesquisa de evento pelo cliente de monitoramento, as reproduções de vídeo das câmeras ligadas ao evento possam reproduzir o vídeo/áudio das câmeras associadas com aquele evento, emitidos através do popup de eventos; permitir na reprodução, acelerar o vídeo em: 2x, 4x, 8x, 16x; reprodução de vídeo arquivado; possuir módulo de controle de usuário e senha com direitos diferenciados para cada usuário ou grupo de usuário para acesso as facilidades da plataforma e câmeras; uma vez autorizado o usuário deverá ter acesso em qualquer local do mundo sem necessidade de novo login ou mudança de endereçamento; um usuário poderá fazer parte de mais de um grupo, recebendo as permissões referentes a todos os grupos de que fizer parte; possuir log de eventos, acessado somente pelo administrador, que registrará todas as atividades realizadas pelos usuários, bem como as operações referentes a própria plataforma; possuir limite de acesso simultâneos de um mesmo usuário – possibilitando limitar a quantidade de logins simultâneos, automáticos ou não,  que um determinado usuário ou grupo de usuário pode realizar no sistema; possuir possibilidade de visualizar as imagens via smartphones, tablets,  e notebooks ou por qualquer dispositivo móvel; Ilimite para cadastramento dos eventos ocorridos no sistema; permitir que o processo de identificação das placas dos automóveis possa ser feito de forma centralizada; possibilita a captura de imagens de veículos em aproximação (pela frente do veículo) e em afastamento (pela traseira do veículo), a critério do usuário; permite pesquisa simples através dos dados completos da placa; permite pesquisas por data e hora no intervalo desejadas; permite pesquisas por câmera; permitir envio de mensagens por áudio pelo operador para reprodução nas câmeras que possuírem saída de áudio no local monitorado; deve estar disponível na língua portuguesa do Brasil;

Equipamentos

CENTRO DE CONTROLE E OPERAÇÃO (CCO).

A.           Locação da Plataforma CliqueCam de Monitoramento de imagens em Nuvem;

B.            Locação da Licença Software leitura de placas;

C.            Locação da Licença Software Reconhecimento Facial;

D.           Locação da Licença Software Cerca Virtual;

E.            Locação da Licença Software Resumo Diário;

F.            Locação da Licença Software Investigative;

G.           Locação do Espaço de Armazenamento das Imagens em Nuvem, por 07 dias;

H.           Desktop – Estação de trabalho;

I.             Monitor Profissional 42”;

J.             Monitor Profissional 19,5”;

L.             Locação da Licença Software da Sentry;

MONITOR ou TELEVISOR 42”

Painel com tecnologia LED; 50.000 horas MTBF; suportar operação contínua 24 horas por dia, 7 dias por semana; 42” (polegadas) de tamanho de tela; capacidade embarcada da formação Vídeo Wall (10×10); resolução 1920×1080; brilho 400 nits (cd/m²); relação de contraste estático 4000:1; ângulo de visão 178°; saída de áudio com potência 10W + 10W;  tempo de resposta de 15ms; bordas com até 15mm; 01 entrada VGA, 01 entrada DVI-D, 01 entrada Display Port 1.2, 01 entrada HDMI, 01 entrada USB e 01 entrada para cartão SD; 01 saída Display Port 1.2; modulo Wi-Fi; alimentação 100 ~240 Volts, 50/60Hz; suportar operação em modo retrato e paisagem. 
Acessórios:
1 (um) cabo de Vídeo HDMI 2.0 com comprimento necessário para conexão com o Desktop no Centro de Controle e Operação;
1 (um) suporte para fixação em parede, fixo, com ajuste horizontal (lateral) e vertical (altura).

 

MONITOR 19,5”:

Deve possuir painel com tecnologia LED com 19,5” (Polegadas) com tecnologia IPS; resolução mínima de 1920×1080; brilho 250cd/m²; contraste típico 1000:1; ângulo de visão vertical/horizontal 178°; deve suportar 16,7 milhões de cores; possuir tempo de resposta de até 8ms; deve possuir conexões de entrada:  01 (uma) VGA, 01 (uma) DVI-D e 01 (uma) Display Port. 1.2 ou HDMI; suportar alimentação 100 ~ 240Volts, 50/60Hz; deve possuir suporte integrado com capacidade para ajuste de altura, inclinação e rotação.
Acessório:
01 (um) cabo de vídeo DVI-D ou HDMI 2.0 com comprimento necessário para conexão com o Desktop no Centro de Controle e Operação.

ESPECIFICAÇÕES PARA AS ESTAÇÕES DE TRABALHO

Baseado em processador da família Intel Core i7, mínimo 04 núcleos, operando com clock mínimo de 3.6 GHz permitindo ampliação do desempenho do clock para 4 GHz e cache de 8 MB; deve possuir 4 slots DIMM para memória, dever suportar até 32Gbytes de memória, deve ser fornecido com no mínimo 16 GBytes de memória DDR3; deve possuir unidade de leitura e gravação de CD/DVD; deve possuir unidade de disco com capacidade de  2 (dois)  Terabyte Sata 7200RPM; deve suportar placa gráfica PCI Express X16; interface controladora gráfica de vídeo dedicada de  2 (dois) GB de memória DDR5 256Bits. Ter no mínimo 3 (três) saídas de vídeo compatíveis com os monitores especificados nesse mesmo documento, sendo no mínimo padrões  DVI ou HDMI.; interface de áudio integrada, saída frontal fone de ouvido e entrada frontal para microfone; deve acompanhar Sistema de Áudio; rede integrada de 10/100/1000Mbps; Teclado USB e mouse USB; Sistema operacional Windows 10 Pro 64 bit em português.

ESTRUTURA DE REDE

Em cada ponto de monitoramento deverá conter a conexão a internet já usada para atender aos serviços locais, tanto nos pontos de monitoramento quanto na Central de Monitoramento – CCO, sendo para as câmeras necessário 10mega de upload e para o centro de monitoramento 500mega de download sendo 250 de upload, disponibilidade de abertura de porta no moldem;

As empresas concorrentes devem verificar se o ponto de internet disponível atende as necessidades para que seja obtida a qualidade necessária e propor mudanças se necessário para que essas sejam analisadas pela Prefeitura a fim de garantir a maior qualidade possível.

Estes equipamentos deverão ser interligados ao switch local dos pontos. Deverão ser usados: cabo de rede para câmeras externas e indoor para as internas, a mesma se necessário deverá disponibilizar os Access Points para conexão dos mesmos.

INFRAESTRUTURA

Toda a infraestrutura (eletro calhas, derivações, tubulação, conduletes, caixas de passagens, elementos de fixação, cabos elétricos e lógicos, conectores e outros), das câmeras internas ou externas até os equipamentos de rede com acesso a internet.

Deverão ser disponibilizados pela CONTRATANTE, para implantação do sistema de monitoramento no ambiente interno, ponto de energia elétrica em 127 VCA, e nos pontos de instalação das câmeras externas, devendo a Contratada levar a energia por meios próprios desse ponto disponibilizado até a Câmera, incluindo o cabo de dados.

Para conexão das câmeras com a rede de dados em protocolo TCP/IP deverá ser utilizados cabos do tipo UTP e conectores RJ45 macho-fêmea. Para a alimentação elétrica das câmeras serão utilizados cabos do tipo “cordplast”, com três condutores de bitola mínima de 1 mm2, sendo fase, neutro e terra interligados às fontes/transformadores de tensão compatíveis com as câmeras e equipamentos. 

camera-seguranca

DA INSTALAÇÃO E CAPACITAÇÃO

  1. Instalação, ativação e configuração: câmeras, switchs, monitores, desktops; plataforma cloud computing, caneletas, cabos e conectores lógicos e elétricos necessários na Central de Vídeomonitoramento serão aceitos com a entrega de todos os equipamentos devidamente instalados e em funcionamento, com as imagens e dados podendo ser visualizadas pelo CCO;
  2. A conexão às redes elétrica e lógica da Contratada serão supervisionadas pela mesma. Sendo de responsabilidade da Contratada a instalação, ativação e configuração dos pontos indicados pela contratante;
  3. A proponente vencedora deverá capacitar operadores de segurança pública que serão designados para operacionalizar o sistema e equipamentos na Central de Controle e Operação, nos níveis de operação, supervisão e técnico. Com o seguinte conteúdo: Noções globais sobre a operação, instalação, configuração e manutenção do sistema.
  4. Deverá ser realizado pela empresa vencedora site Survey – Teste de Conceito, em local a ser indicado pela Contratante, juntamente com equipe a ser designada pela mesma, sendo ainda necessária a apresentação de um relatório circunstanciado. Deve ser disponibilizado para o Teste de Conceito:
  5. Uma Câmera IP Fixa Interna tipo DOME 1MP;
  6. Uma Câmera IP Fixa Interna/Externa tipo BULLET 1MP;
  7. Uma Câmera IP Fixa Interna/Externa tipo BULLET 2MP;
  8. Uma Câmera IP Fixa Interna/Externa tipo BULLET 2MP com lente Varifocal;
  9. Teste de funcionamento do Sistema LPR (Leitura de Placas);
  10. Exibição das imagens ao vivo e gravadas, na Central de Controle e Operação da Contratante.

Obs: Para o Teste de Conceito não será necessária disponibilização da Infraestrutura definitiva, podendo também ser usado um computador da própria vencedora apenas para validar a solução.

img-fundo

DESCRIÇÃO  GERAL DOS SERVIÇOS

  1. O fornecimento e uso da solução será no modelo Locação, com prazo estipulado de 48 (quarenta e oito meses) renováveis por mais 24 (vinte quatro meses).
  2. Adotar providências no sentido de manter em perfeito funcionamento a solução instalada nos espaços públicos da cidade, sendo de responsabilidade da Contratada o fornecimento de mão-de-obra especializada para execução dos serviços ora contratados;
  3. Toda solicitação de serviço será realizada por e-mail, telefone, através do responsável local em nome da Contratante;
  4. Desmontar e reinstalar os equipamentos dos pontos e da Central, sempre que necessário ou sob demanda e os valores negociados a parte;
  5. Em caso de sinistros ou vandalismos recolher todos equipamentos danificados do ponto em questão e emitir relatório circunstanciado;
  6. Assumir as despesas com insumos, materiais, serviços, transportes, impostos e outros decorrentes do objeto ora contratado;
  7. Atualização de softwares quando necessário;
  8. A empresa deve ter técnicos locais com um raio máximo de 100 km, para que consiga cumprir o SLA de atendimento de forma real.
electric-4198293_1920

MANUTENÇÃO CORRETIVA

Tabela para acionamento com tempos de resposta – SLA (Tempos de Atendimento)

Prioridade, Tempo e Forma de atendimento Caso

  1. Urgente 6 horas Presencial, remoto ou telefone Sistema totalmente parado.
  2. Médio 24 horas Presencial, remoto ou telefone Sistema parcialmente parado, algum serviço ou equipamento parou de funcionar.
  3. Baixo 48 horas Presencial, remoto ou telefone Duvidas de usuário, ampliações e reconfigurações que não impactam no funcionamento total da solução.
  4. Toda manutenção corretiva realizada terá um prazo de até 90 dias;
  5. Caso haja necessidade de substituíção de algum equipamento o mesmo deverá acontecer num prazo máximo de 45 dias;
  6. Os prazos para atendimento exigidos na tabela acima, são considerados apenas para dias úteis, de Segunda à Sexta-Feira, das 8:00 Hr às 18:00 Hr;

EQUIPAMENTOS PARA LOCAÇÕES  

A.           Locações de Câmeras Internas, ambientes confinados, 1mp ou 2mp.

B.           Locações de Câmeras Externas, ambientes confinados, 1mp ou 2mp;

C.            Locações de Câmeras Externas, para rodovias LPR, 2mp, 3mp, 4mp, 5mp;

D.            Locações de Câmeras Externas, tipo PTZ para praças e ruas, 2mp, 3mp, 4mp, 5mp, 7mp;

E.            Locações de Câmeras Externas, tipo PTZ para rodovias, 2mp, 3mp, 4mp, 5mp, 7mp;

F.             Locações de Câmeras Externas, tipo Bullet para ruas, 2mp, 3mp, 4mp, 5mp, 7mp;

G.            Locações do Guarda Virtual com 4 câmeras 2mp, 3mp, ou 4mp.

Locações 

Câmeras Profissionais de Monitoramento IP
Industria Nacional

Câmera Bullet

Câmera Bullet

Para atender a necessidade de captura de imagens com qualidade, dia e noite, em ambientes internos e externos com áreas alvos de dimensões variáveis, seguem abaixo requisitos técnicos que a câmera IP deve possuir:

  1. Do Formato da Câmera IP

1.1. A câmera IP deve ter o formato Bullet, em invólucro de liga metálica, com seus cabos de alimentação e dados passando por dentro do suporte, evitando assim a exposição dos mesmos.

1.2. A câmera IP deve possuir ao menos índice de proteção contra umidade e poeira na classificação IP 66.

1.3. A estrutura do suporte da câmera IP deve permitir movimentação nos 3 eixos, possibilitando assim instalação rápida e, ajuste de posicionamento fácil e rápido.

 

  1. Do Sensor da Câmera IP

2.1. A câmera IP deve possuir sensor com área de captura de imagem de tamanho 1/2.7” ou maior.

2.2. O sensor da câmera IP deve possuir sensibilidade a pouca luz, garantindo melhores imagens diurnas e noturnas, como segue:

2.2.1. Iluminação Mínima para captura de imagens em cores: 0,1 lux.

2.2.2. Iluminação Mínima para captura de imagens em Preto e Branco sem a ativação da iluminação infravermelha: 0,05 lux.

2.2.3. Iluminação Mínima com a ativação da iluminação infravermelha: 0 lux.

2.3. A relação Sinal/Ruído do Sensor deve ser igual ou maior que 52 dB quando o recurso D-WDR estivar desativado (AGC OFF).

2.4. A resolução da imagem capturada deve ser ao menos em 1920×1080 e utilizar Varredura Progressiva.

 

  1. Da Lente Fixa da Câmera IP

3.1. A Lente Fixa deve possuir ao menos resolução de 3 Megapixels.

3.2. A Lente Fixa deve ter abertura de lente de 3,6mm.

 

  1. Dos recursos eletrônicos embarcados para tratamento da imagem capturada pela Câmera IP

4.1. A câmera IP deve possuir recurso DEFOG (anti neblina) para permitir captura de imagens mesmo em presença de neblina no ambiente de captura.

4.2. A câmera IP deve possuir o recurso DNR (redução de ruído) para permitir diminuição de ruídos da imagem, notadamente em horários noturno e com pouca iluminação.

4.3. A câmera IP deve possuir recurso de Íris Eletrônica (AE), permitindo ajustes automáticos da captura conforme houver variação de iluminação do ambiente.

4.4. A câmera IP deve possuir recurso de ajuste de ganho automático (AGC), permitindo ajustes de ganho quando necessário.

4.5. A câmera IP deve possuir recurso de Compensação de Luz de Fundo (BLC), permitindo ajustes de captura em ambientes com iluminação variada.

4.6. A câmera IP deve possuir recurso de Balanço de Branco Automático (AWB), permitindo ajustes de captura mais apropriados para o tipo de iluminação do ambiente conforme a origem dessa iluminação.

4.7. A câmera IP deve possuir recurso de Ajuste de Obturador (Shutter), permitindo ajuste manual ou operação em modo automático, operando ao menos na faixa Mínimo = 1/10000 e Máximo = 1/25.

4.8. A câmera IP deve possuir recurso de Day&Night, permitindo ajuste de modo de operação da câmera para o acionamento ou não da Iluminação Infravermelha, como segue:

4.9.1. Modo Automático: A imagem irá alternar de Cores para Preto/Branco (e vice-versa) automaticamente de acordo com o nível de iluminação no ambiente detectado pelo sensor LDR ou pela intensidade da iluminação da imagem capturada. Quando estiver Preto/Branco a iluminação infravermelha será ativada. Operando em Cores, a iluminação Infravermelha será desativada.

4.9.2. Modo Preto/Branco: A imagem sempre será capturada em Preto/Branco. O acionamento da iluminação infravermelha deve ocorrer somente quando o sensor LDR detectar pouca iluminação ou pela pouca intensidade da iluminação da imagem capturada.

4.9.3. Modo Cores: A imagem sempre será capturada em cores, independentemente do nível de iluminação do ambiente ou pela boa intensidade da iluminação da imagem capturada

4.10. A câmera IP deve possuir o recurso IR-cut, permitindo que as imagens sejam capturadas de acordo com nível de iluminação e, garantindo fidelidade de cores quando operando em modo Cores.

4.11. A câmera IP deve possuir ajustes finos nas cores da imagem: Ajustes de Brilho, Contraste, Saturação, Matiz e Nitidez.

 

  1. Da Iluminação Infravermelha da Câmera IP

5.1. A Iluminação Infravermelha deve ser parte integrante da câmera IP, não podendo ser externo à estrutura da câmera IP.

5.2. O alcance da iluminação infravermelha deve ser ao menos 30 metros.

 

  1. Das características do vídeo capturado pela Câmera IP

6.1. A câmera IP deve possuir ao menos compressão de vídeo H.264 e MJPEG tanto para o Fluxo Principal bem como para o Fluxo Secundário.

6.2. A câmera IP deve gerar vídeos com resolução mínima de 1920×1080 para o Fluxo Principal e taxa de quadros por segundo operando entre 1 a 25 fps (frames por segundo) quando em ou H.264, e taxa de quadros por segundo operando entre 1 a 15 fps (frames por segundo) quando em MJPEG.

6.3. A câmera IP deve permitir ao menos 3 Zonas de Privacidade configuráveis.

 

  1. Dos Recursos de Rede e Acesso Remoto da Câmera IP

7.1. A câmera IP deve possuir conexão RJ-45 operando em 10/100BaseT e/ou superior.

7.2. A Câmera IP deve possuir ao menos os seguintes protocolos de rede: TCP/IP, IPv4, ICMP, HTTP, HTTPS/SSL, NTP, SMTP, FTP, DHCP, DNS, DDNS, RTP, RTSP, RTCP, NETIP, HIK, RTSP e ONVIF.

7.3. A câmera IP deve possuir ao menos proteção por Senha, proteção por filtro de endereços IP e possuir registro de Log de Acessos.

7.4. A câmera IP deve permitir ao menos 10 acessos simultâneos de usuários.

7.5. A câmera IP deve possuir ao menos os seguintes modos de acesso remoto, como segue:

7.5.1. Através de WebClient via Navegador Web.

7.5.2. Através de aplicativo CMS/VMS instalado em PC com sistema operacional Windows.

7.5.3. Através de App (aplicativo de smartphone).

7.6. A câmera IP deve permitir acesso remoto via conexão remota por Endereço IP, por endereço de Domínio (DDNS) e por via conexão Cloud (endereço na Nuvem).

 

  1. Da alimentação da Câmera IP

8.1. A câmera IP deve possuir capacidade de alimentação via alimentação 12 VDC, sendo opcional (não obrigatório) o recurso de alimentação via PoE

Setor de Tecnologia, Setembro de 2019.

PTZ - Speed Dome 33x

PTZ - Speed Dome 33x

Para atender a necessidade de captura de imagens com qualidade, dia e noite, em ambientes internos e externos com áreas alvos de dimensões variáveis, com visão em 360 graus, com alvos com busca de detalhes que permitam monitora e identificar, seguem abaixo requisitos técnicos que a câmera IP deve possuir:

  1. Do Formato da Câmera IP

1.1. A câmera IP deve ter o formato Dome de Pendurar, em invólucro de liga metálica na parte superior e com domo transparente na parte inferior, com seus cabos de alimentação e dados passando por dentro do suporte, evitando assim a exposição dos mesmos ao ambiente externo.

1.2. A câmera IP deve possuir ao menos índice de proteção contra umidade e poeira na classificação IP 66.

1.3. A estrutura do suporte da câmera IP deve permitir movimentação 360 graus infinito nos movimentos panorâmicos (PAN) e ao menos 180 graus nos movimentos verticais (TILT).

1.4. O suporte de parede para fixação da câmera deve acompanhar a câmera IP.

 

  1. Do Sensor da Câmera IP

2.1. A câmera IP deve possui sensor com área de captura de imagem de tamanho 1/3” ou maior.

2.2. O sensor da câmera IP deve possuir sensibilidade a pouca luz, garantindo melhores imagens diurnas e noturnas, como segue:

2.2.1. Iluminação Mínima para captura de imagens em cores: 0,05 lux.

2.2.2. Iluminação Mínima para captura de imagens em Preto e Branco sem a ativação da iluminação infravermelha: 0,01 lux.

2.2.3. Iluminação Mínima com a ativação da iluminação infravermelha: 0 lux.

2.3. A relação Sinal/Ruído do Sensor deve ser igual ou maior que 50 dB quando o recurso D-WDR estivar desativado (AGC OFF).

2.4. A resolução da imagem capturada deve ser ao menos em 1920×1080 e utilizar Varredura Progressiva.

  1. Da Lente Varifocal Motorizada da Câmera IP

3.1. A Lente do módulo de câmera da câmera IP deve ter zoom ao menos de 33x.

3.2. A Lente do módulo de câmera da câmera IP deverá pelo menos possuir faixa de distância focal de 4,5mm (Imagem mais distanciada – Wide) a 148mm (Imagem mais aproximada – Tele).

3.3. O zoom do módulo de câmera da câmera IP deverá possuir controle remoto via rede através de interface de controle PTZ, com auto ajuste de foco na imagem alvo.

3.3.1. O módulo de câmera da câmera IP também deverá permitir que um ajuste fino de foco seja realizado via a Interface PTZ remota.

  1. Dos recursos eletrônicos embarcados para tratamento da imagem capturada pela Câmera IP

4.1. A câmera IP deve possuir recurso D-WDR para permitir captura de imagens em ambientes com áreas da imagem com pouca iluminação em relação a outras partes da imagem.

4.2. A câmera IP deve possuir o recurso 3DNR (redução de ruído 3D) para permitir diminuição de ruídos da imagem, notadamente em horários noturno e com pouca iluminação.

4.4. A câmera IP deve possuir recurso de Íris Eletrônica (AE), permitindo ajustes automáticos da captura conforme houver variação de iluminação do ambiente.

4.5. A câmera IP deve possuir recurso de ajuste de ganho automático (AGC), permitindo ajustes de ganho quando necessário.

4.6. A câmera IP deve possuir recurso de Compensação de Luz de Fundo (BLC), permitindo ajustes de captura em ambientes com iluminação variada.

4.7. A câmera IP deve possuir recurso de Balanço de Branco Automático (AWB), permitindo ajustes de captura mais apropriados para o tipo de iluminação do ambiente conforme a origem dessa iluminação.

4.8. A câmera IP deve possuir recurso de Ajuste de Obturador (Shutter), permitindo ajuste manual ou operação em modo automático.

4.9. A câmera IP deve possuir recurso de Day&Night, permitindo ajuste de modo de operação da câmera para o acionamento ou não da Iluminação Infravermelha, como segue:

4.9.1. Modo Automático: A imagem irá alternar de Cores para Preto/Branco (e vice-versa) automaticamente de acordo com o nível de iluminação no ambiente detectado pelo sensor LDR. Quando estiver Preto/Branco a iluminação infravermelha será ativada. Operando em Cores, a iluminação Infravermelha será desativada.

4.9.2. Modo Preto/Branco: A imagem sempre será capturada em Preto/Branco. O acionamento da iluminação infravermelha deve ocorrer somente quando o sensor LDR detectar pouca iluminação.

4.9.3. Modo Cores: A imagem sempre será capturada em cores, independentemente do nível de iluminação do ambiente.

4.10. A câmera IP deve possuir o recurso IR-cut, permitindo que as imagens sejam capturadas de acordo com nível de iluminação e, garantindo fidelidade de cores quando operando em modo Cores.

4.11. A câmera IP deve possuir ajustes finos nas cores da imagem: Ajustes de Brilho, Contraste, Saturação, Matiz e Nitidez.

4.12. A câmera IP deve permitir que imagem capturada possa ser capturada em modo Espelho (Mirror) e modo Invertido de cima para baixo (Flip).

 

  1. Da Iluminação Infravermelha da Câmera IP

5.1. A Iluminação Infravermelha deve ser parte integrante da câmera IP, não podendo ser externo à estrutura da câmera IP.

5.2. O alcance da iluminação infravermelha deve ser ao menos 150 metros.

5.3. A Iluminação Infravermelha deve possuir controle automático em modo PWM (modulação por largura de pulso) de forma a iluminar a imagem alvo proporcionalmente ao zoom aplicado.

 

  1. Das características do vídeo capturado pela Câmera IP

6.1. A câmera IP deve possuir ao menos compressão de vídeo H.264, H.265 e MJPEG tanto para o Fluxo Principal bem como para o Fluxo Secundário.

6.2. A câmera IP deve gerar vídeos com resolução mínima de 1920×1080 para o Fluxo Principal e taxa de quadros por segundo operando entre 1 a 30 fps (frames por segundo) em H.264/H.265 e em 1 a 15 fps em MJPEG.

 

  1. Dos Recursos de Rede e Acesso Remoto da Câmera IP

7.1. A câmera IP deve possuir conexão RJ-45 operando em 10/100BaseT e/ou superior.

7.2. A Câmera IP deve possuir ao menos os seguintes protocolos de rede: TCP/IP, IPv4, HTTP, NTP, SMTP, FTP, DHCP, DNS, DDNS, RTP, UDP, IGMP, P2P, RTSP e ONVIF.

7.3. A câmera IP deve possuir ao menos proteção por Senha, proteção por filtro de endereços IP e possuir registro de Log de Acessos.

7.4. A câmera IP deve permitir ao menos 5 acessos simultâneos de usuários.

7.5. A câmera IP deve possuir ao menos os seguintes modos de acesso remoto, como segue:

7.5.1. Através de WebClient via Navegador Web.

7.5.2. Através de aplicativo CMS/VMS instalado em PC com sistema operacional Windows.

7.5.3. Através de App (aplicativo de smartphone).

7.6. A câmera IP deve permitir acesso remoto via conexão remota por Endereço IP, por endereço de Domínio (DDNS) e por via conexão Cloud (endereço na Nuvem).

 

  1. Dos controles PTZ da câmera IP

8.1. A câmera IP deve possuir plena capacidade de operar movimentação PAN, TILT e Zoom.

8.2. A câmera IP deve ter capacidade para marcar alvos de captura, chamando-os de pontos de Preset.

8.3. A câmera IP deve possuir capacidade para ao menos 220 pontos de Preset.

8.4. A câmera IP deve possuir capacidade para ao menos 3 Rotas de Passeio (Tour), com no mínimo 16 pontos de Preset por Rota.

8.5. A câmera IP deve possuir velocidade de movimentação panorâmica PAN (manual ou automática via chamada de Preset) de 0,02 a 200graus/s ou faixa de ajuste maior.

8.6. A câmera IP deve possuir velocidade de movimentação vertical TILT (manual ou automática via chamada de Preset) de 0,02 a 100graus/s ou faixa de ajuste maior.

8.7. A câmera IP deve suporta retorno de atividades após queda de Energia, e que esse retorno seja configurável via Interface remota.

8.8. A câmera IP deve suporta retorno de atividades após tempo ocioso (quando não há operador movimentando ou acionando remotamente os comandos PTZ da câmera IP, e que esse retorno seja configurável via Interface remota.

  1. Dos recursos de Alarme e Gravação

9.1. A câmera deve possuir ao menos 02 entradas de alarme NF/NA configuráveis e com os contatos disponíveis em seu chicote (não deve ser necessário abrir a speed dome).

9.2. A câmera deve possuir ao menos 01 saída de alarme (relé) NA operando pelo menos 2A@12VDC ou 0,5A@125VAC, configurável e com os contatos disponíveis em seu chicote (não deve ser necessário abrir a speed dome).

9.3. A câmera deve possuir suporte a cartão SD ou pendrive, com capacidade até 128 GB e com a interface disponível em seu chicote (não deve ser necessário abrir a speed dome).

  1. Da alimentação da Câmera IP

10.1. A câmera IP deve possuir ao menos capacidade de ser alimentada por tensão 12 VDC e neste caso (alimentação por 12 VDC) a fonte de alimentação 12 VDC deve acompanhar a câmera.

Setor de Tecnologia, Setembro de 2019.

Locações 

Câmeras Profissionais de Monitoramento IP
Equipamentos Importados.

2MP WDR IR Bullet Network Camera

2MP WDR IR Bullet Network Camera

> 1/2.8” 2Megapixel progressive scan STARVIS™ CMOS 
> H.265&H.264 triple-stream encoding
> 50/60fps@1080P(1920×1080)
> WDR(140dB), Day/Night(ICR), 3DNR,AWB,AGC,BLC
> Multiple network monitoring: Web viewer, CMS(DSS/PSS) & DMSS
> 2.7mm ~12mm motorized lens
> Max. IR LEDs Length 50m
> Micro SD memory,IP67,IK10,PoE+

Câmera box de rede HDMI Starlight de 2 MP

Câmera box de rede HDMI Starlight de 2 MP

> CMOS de varredura progressiva de 1/1,9” e 2MP
> Codificação de fluxo triplo H.265 e H.264
> 50/60fps em 1080P(1920×1080)
> WDR(120dB), Dia/Noite (ICR), 3DNR,AWB,AGC,BLC
> Monitoramento de várias redes: Visualizador de Web, CMS(DSS/PSS) e DMSS
> Foto traseiro automático (ABF)
> Cartão de memória micro SD, PoE
> Compatibilidade HDMI 1.4a 

Câmera box de rede HDMI Starlight de 3/5 MP

Câmera box de rede HDMI Starlight de 3/5 MP

> CMOS de varredura progressiva de 1/1,9” e 2MP
> Codificação de fluxo triplo H.265 e H.264
> 50/60fps em 1080P(1920×1080)
> WDR(120dB), Dia/Noite (ICR), 3DNR,AWB,AGC,BLC
> Monitoramento de várias redes: Visualizador de Web, CMS(DSS/PSS) e DMSS
> Foto traseiro automático (ABF)
> Cartão de memória micro SD, PoE
> Compatibilidade HDMI 1.4a 

1MP IR Mini-Bullet Network Camera

1MP IR Mini-Bullet Network Camera

> 1/4” 1Megapixel progressive CMOS
> H.264+ & H.264 dual-stream encoding
> 25/30fps@720P(1280×720) 
> DWDR, Day/Night(ICR), 3DNR, AWB, AGC, BLC
> Multiple network monitoring: Web viewer, CMS(DSS/PSS) & DMSS
> 2.8 mm fixed lens (3.6mm optional)
> Max IR LEDs Length 30m
> IP67, PoE

Câmera de rede PTZ IR Starlight com zoom de 30x e de 2MP

Câmera de rede PTZ IR Starlight com zoom de 30x e de 2MP

> CMOS STARVIS™ de 1/2,8” e 2MP
> Avançado zoom óptico de 30x
> Tecnologia Starlight
> Codificação H.265
> Máx. 50/60fps em 1080P
> Rastreamento automático e IVS
> Suporte a PoE+
> Distância de IR de até 150m
> IP66

4 M total HD 30x rede IR PTZ Dome câmera

4 M total HD 30x rede IR PTZ Dome câmera

>30x optical zoom
>H.265&H.264 Encoding, Ultra-low bit rate transmission
>Max. 25/30fps @4M(2592×1520) & 50/60fps @1080P resolution
>WDR, Day/Night(ICR), Ultra DNR, Auto iris, Auto focus
>Multiple network monitoring: Web viewer, CMS(DSS/PSS) & DMSS
>Max 400°/s pan speed, 360° endless pan rotation
>Up to 300 presets, 5 auto scan, 8 tour, 5 pattern
>Built-in 2/1 alarm in/out
>Support intelligent 3D positioning with DH-SD protocol
>Micro SD memory, IP66, POE+
>IR Distance up to 100m 

Câmera de rede PTZ IR Starlight com zoom de 25x e de 2MP

Câmera de rede PTZ IR Starlight com zoom de 25x e de 2MP

> CMOS STARVIS™ de 1/2,8” e 2MP
> Avançado zoom óptico de 25x
> Tecnologia Starlight
> Codificação H.265
> Máx. 50/60fps em 1080P
> Rastreamento automático e IVS
> Compatível com PoE+
> Distância de IR de até 150m
> IP6

Câmera de Rede Dome Laser PTZ 40x Full HD de 2Mp

Câmera de Rede Dome Laser PTZ 40x Full HD de 2Mp

>Powerful 40x optical zoom
>H.264 & MJPEG Three-stream encoding
>Max 60fps@720P and 30fps@1080P resolution
>Defog, DWDR, EIS, ROI, Day/Night(ICR), DNR (2D&3D), Auto iris, Auto focus, AWB, AGC,BLC
>Auto-tracking and IVS
>Multiple network monitoring: Web viewer, CMS(DSS/PSS) & DMSS
>Max 240°/s pan speed, 360° endless pan rotation
>Up to 300 presets, 5 auto scan, 8 tour, 5 pattern
>Built-in 7/2 alarm in/out
>Support intelligent 3D positioning with DH-SD protocol
>Micro SD memory, IP67, Hi-POE
>IR Distance up to 500m